BLOG DO LÍNGUA
 
 
Página Inicial
Apresentação
Discografia
Trajetória
Disk-Língua
Família Trapo
Vídeos
Rádio Matraca
Agenda
Cont(r)atos
Cadastro


Blog
Fotoblog

Busca no Blog
 

Indique este blog
Dê uma nota

Links
Língua de Trapo
Fotoblog do Língua
Castelorama
Privadas do Mundo
Mini Blog do Big Mug
Nunca se Sábado
Rádio Matraca
Dadá Coelho
Blog do Pituco
Música & Letras
Blog genérico
Miss Grace Black
Blog do Castilho
Folha de Cima
Guca
Peças Raras
Stockadas
Cifras de músicas do Língua de Trapo
Língua de Trapo no Palco MP3
Radioriatoa - pituco
PENSAMENTOS DIVERGENTES - Ruy Fernando Barboza
A Hora do CLICK
Ana de Amsterdam

Arquivos
16/07/2011 a 31/07/2011
01/05/2011 a 15/05/2011
01/03/2011 a 15/03/2011
01/02/2011 a 15/02/2011
16/01/2011 a 31/01/2011
16/12/2010 a 31/12/2010
01/12/2010 a 15/12/2010
16/11/2010 a 30/11/2010
01/11/2010 a 15/11/2010
16/10/2010 a 31/10/2010
01/10/2010 a 15/10/2010
16/09/2010 a 30/09/2010
01/09/2010 a 15/09/2010
16/08/2010 a 31/08/2010
01/08/2010 a 15/08/2010
16/07/2010 a 31/07/2010
16/06/2010 a 30/06/2010
01/06/2010 a 15/06/2010
16/05/2010 a 31/05/2010
01/05/2010 a 15/05/2010
16/04/2010 a 30/04/2010
01/04/2010 a 15/04/2010
16/03/2010 a 31/03/2010
01/03/2010 a 15/03/2010
16/02/2010 a 28/02/2010
01/02/2010 a 15/02/2010
16/01/2010 a 31/01/2010
01/01/2010 a 15/01/2010
16/12/2009 a 31/12/2009
01/12/2009 a 15/12/2009
16/11/2009 a 30/11/2009
01/11/2009 a 15/11/2009
16/10/2009 a 31/10/2009
01/10/2009 a 15/10/2009
16/09/2009 a 30/09/2009
01/09/2009 a 15/09/2009
16/08/2009 a 31/08/2009
01/08/2009 a 15/08/2009
16/07/2009 a 31/07/2009
01/07/2009 a 15/07/2009
16/06/2009 a 30/06/2009
01/06/2009 a 15/06/2009
16/05/2009 a 31/05/2009
01/05/2009 a 15/05/2009
16/04/2009 a 30/04/2009
01/04/2009 a 15/04/2009
16/03/2009 a 31/03/2009
01/03/2009 a 15/03/2009
16/02/2009 a 28/02/2009
01/02/2009 a 15/02/2009
16/01/2009 a 31/01/2009
01/01/2009 a 15/01/2009
16/12/2008 a 31/12/2008
01/12/2008 a 15/12/2008
16/11/2008 a 30/11/2008
01/11/2008 a 15/11/2008
16/10/2008 a 31/10/2008
01/10/2008 a 15/10/2008
16/09/2008 a 30/09/2008
01/09/2008 a 15/09/2008
16/08/2008 a 31/08/2008
01/08/2008 a 15/08/2008
16/07/2008 a 31/07/2008
01/07/2008 a 15/07/2008
16/06/2008 a 30/06/2008
01/06/2008 a 15/06/2008
16/05/2008 a 31/05/2008
01/05/2008 a 15/05/2008
16/04/2008 a 30/04/2008
01/04/2008 a 15/04/2008
16/03/2008 a 31/03/2008
01/03/2008 a 15/03/2008
16/02/2008 a 29/02/2008
01/02/2008 a 15/02/2008
16/01/2008 a 31/01/2008
01/01/2008 a 15/01/2008
16/12/2007 a 31/12/2007
01/12/2007 a 15/12/2007
16/11/2007 a 30/11/2007
01/11/2007 a 15/11/2007
16/10/2007 a 31/10/2007
01/10/2007 a 15/10/2007
16/09/2007 a 30/09/2007
01/09/2007 a 15/09/2007
16/08/2007 a 31/08/2007
01/08/2007 a 15/08/2007
16/07/2007 a 31/07/2007
01/07/2007 a 15/07/2007
16/06/2007 a 30/06/2007
01/06/2007 a 15/06/2007
16/05/2007 a 31/05/2007
01/05/2007 a 15/05/2007
16/04/2007 a 30/04/2007
01/04/2007 a 15/04/2007
16/03/2007 a 31/03/2007
01/03/2007 a 15/03/2007
16/02/2007 a 28/02/2007
01/02/2007 a 15/02/2007
16/01/2007 a 31/01/2007
01/01/2007 a 15/01/2007
16/12/2006 a 31/12/2006
01/12/2006 a 15/12/2006
16/11/2006 a 30/11/2006
01/11/2006 a 15/11/2006
16/10/2006 a 31/10/2006
01/10/2006 a 15/10/2006
16/09/2006 a 30/09/2006
01/09/2006 a 15/09/2006
16/08/2006 a 31/08/2006
01/08/2006 a 15/08/2006
16/07/2006 a 31/07/2006
01/07/2006 a 15/07/2006
16/06/2006 a 30/06/2006
01/06/2006 a 15/06/2006
16/05/2006 a 31/05/2006
01/05/2006 a 15/05/2006
16/04/2006 a 30/04/2006
01/04/2006 a 15/04/2006
16/03/2006 a 31/03/2006
01/03/2006 a 15/03/2006
16/02/2006 a 28/02/2006
01/02/2006 a 15/02/2006
16/01/2006 a 31/01/2006


XML/RSS Feed
O que é isto?

leia este blog
no seu celular




UOL Blog





layout do blog
produzido por REC
 

Nova Ortografia Portuguesa Comentada

As duas ortografias oficiais da língua portuguesa - a do Brasil e a de Portugal – foram finalmente unificadas.

O processo demorou um pouco porque parece que o presidente não conseguia entender o texto.

Mas agora foi.

Isso quer dizer que, além das piadas de português estarem com os dias contados, as novelas brasileiras finalmente serão compreendidas por nossos patrícios do Mercado Comum Europeu.

No mais, os maiores beneficiários da nova ortografia, fora os impressores de apostilas para cursinhos pré-vestibular, devem ser mesmo os lexicógrafos. Afinal, todos saberão que eles existem.

E, em breve, pode até pintar uma nova série televisiva: “Desperate Lexicographs”.

No mais, devem ficar por aí as principais modificações:

- O alfabeto Português passará a ter 28 letras --incorporando mais cinco: "k", "w" e "y". E uma quarta e uma quinta que ainda não possuem um ícone mas que se chamarão “mingaupitinga” e “pamprodátila”.

- O trema deixará de existir. Contudo, um forte lobby no Congresso Nacional brasileiro deve fazer algo pela manutenção do singelo sinal ortográfico. Para tanto, poderia haver uma “pressão” na Federação dos Fabricantes de Lingüiça para uma mobilização. É que, sem trema, lingüiça não chega a ser nem mesmo um chouriço, quanto mais uma calabresa de Bragança Paulista.
Se o movimento não surtir efeito, o lobby tentaria eventualmente, numa última cartada, trasformar o trema em uma espécie de dois pontos alternativo.

- A palavra “úmido”continuará sendo grafada “úmido”, mas seu significado passará a ser “seco”. Por exemplo: “Delícia este vinho tinto úmido de mesa – disse o enólogo durante o simpósio”.

- A grafia correta de verbos como "lêem" passará a ser “leem”, sem acento. Ou seja, os insistentes que ainda lêem, como sempre, acabarão perdendo alguma coisa - além de seu tempo e do dinheiro gasto nos cada vez mais caríssimos livros brasileiros.

- O circunflexo em palavras terminados em hiato "oo", como "vôo" e enjôo, também cairá. A mudança, sem dúvida, trará mais náuseas aos passageiros de vôos internacionais embarcados em aeroportos brasileiros.

- O acento grave também deixará de ser usado para diferenciar "pára" (verbo) de "para" (preposição).
Se alguém precisar parar algo ou alguma ação, deve consultar por carta (duas vias) o Ministério da Educação, setor de Gramática, Comitê para Dúvidas sobre a Aplicação da Nova Ortografia Portuguesa.


Escrito por C. Castelo às 20h39
[] [envie esta mensagem
]



Ditos Malditos

Os EUA estão virando uma impotência mundial.

Escrito por C. Castelo às 20h41
[] [envie esta mensagem
]



informar é preciso...

a busca pela informação correta e a veracidade dos fatos é uma obrigação sócio cultural,principalmente dos veículos de comunicação e seus profissionais.

no entanto,a internet que se destaca como uma nova média informativa,desconhece esses deveres e traz seus defeitos preliminares.

qualquer conectado à grande rede pode teclar,postar e compartilhar uma infinidade de notícias,idéias e arquivos cujas informações,muitas vezes,estão incorretas,embaraçando e confundindo quem navega na rapidez virtual.

eu mesmo sou vítima constante dessas postagens defeituosas e na medida da importância da publicação,procuro ratificar as informações contidas.

vejam,por exemplo,essa matéria publicada na famosa revista especializada em música...guitar player  (terceiro parágrafo).

por causa desses absurdos e o despreparo de alguns profissionais,vale lembrar aquele famigerado verso...

'é preciso estar atento e forte'...da célebre canção de laert sarrumor.

abraçsonoros e amplificados

namaste



Escrito por Pituco às 03h45
[] [envie esta mensagem
]



Deu no G1

Homem é preso com pássaros na mala em aeroporto de SP

Passageiro português estava com 200 aves e foi pego no raio-x.
Prisão foi no terminal de Guarulhos, na Grande São Paulo.

Vai ver ele pensou que era fácil levar 200 pássaros na mala. A Tetê Espíndola não carrega Pássaros na Garganta? Ora, pois, pois!!!



Escrito por Lizoel às 17h42
[] [envie esta mensagem
]



beatles in bossa...

I want to hold your hand, faixa do álbum softsamba '64, do vibrafonista norte americano, garry macfarland.

quem é o violonista brasileiro?

amplexosonoros e amplificados

namaste



Escrito por Pituco às 11h51
[] [envie esta mensagem
]



O Swing da Baiana

O link desse vídeo, com a cantora baiana Marcia Castro, me foi enviado por uma amiga.

Terá sido uma (in)direta?

Melhor ficar de olho na patroa...

Queda (de Luciano Salvador Bahia) 



Escrito por Laert Sarrumor às 16h49
[] [envie esta mensagem
]



Concheta, agora Concetta

Meados dos anos 80.

Cassiano Roda, colega da faculdade de jornalismo, e eu visitando bancas de jornal na Avenida Paulista. Fazíamos esse "footing" uma vez por mês pra deixar em consignação um jornalzinho de humor que editávamos – "O Matraca".

Numa dessas caminhadas matinais, me veio a idéia da "extravaganza" musical.

Seria uma canção italianada, cafona, daquelas que o cantor fala com a amada como se estivesse ao telefone ("stô a te ligare/pra te convidare…").

A graça, contudo, estava na letra "romântica" ser toda construída em cima de nomes de pratos das cantinas do Bexiga. Estava eu, à época, vidrado nos poemas satíricos de Juó Bananére e queria escrever alguma coisa naquele palavrório dele.

Gostaria também de fazer conexões com o léxico de Adoniran, com o "Caldo Berde" de Furnandes Albaralhão e com todos aqueles humoristas que redigiram em macarrônico, incluindo-se aí o Barão de Itararé.

Cassiano sugeriu o baixo de "Oh! Darling", bem marcado.

Voltei pra casa, mesclei Beatles com Pepino di Capri e compus primeira e segunda parte da "obra".

Na caminhada do dia seguinte, saiu o recitativo. O resultado nos pareceu bastante esculhambado, mas mostramos aos vocalistas do Língua de Trapo e Concheta teve quórum.

Mais: foi furor desde a primeira audição. As pessoas formavam corais espontâneos e cantavam "ô, ô, ô, ô!" durante a parte falada.

Mais tarde, fãs montaram bandas só pra cantá-la no bis dos shows. Virou uma tradição.

Agora, tanto tempo depois, Marcelo Cafaldo – fã do Língua, fotógrafo e amigo radicado em Londres – e Marco Paoletti me mandam de presente essa curiosa versão para o dialeto romanesco da velha "extravaganza" musical.

Vida longa para Concheta!

"Cara Concetta/te volevo chiamà/pe invitatte/a magnà co me/magari, magnamo le braciole/e pure er provolone/mentre a la radio/canta Rita Pavone/e poi, quarche pizza/forse california/oppuro meta'meta/Mah, che brutta sbornia:

"Concetta , vita mia, Te ricordi quella sera, che noi stavamo a quer ristorante "grupo Sergio" e tu m’ hai detto; puttana, cornuta, maledetta, disgraziata,tu m’ hai detto: Famo l'amore, famo l'amore ner letto mio a castello e io t'ho risposto: ma proprio adesso c’ho’ magnato er cocomero co l’ alice, me parli di fà l'amore? Mah...ciò n’ dolore incredibile all’'intestino, e tu ancora dichi: Macché!!.'Prenni un’ digestivo sale de frutta ! e l'intestino me faceva sempre più male Concetta, e de più, de più....a quer punto urlai ar cameriere":

Basta co la pasta/scancella la scarola/porta via li cappelletti/via er gorgonzola!/portame er sale de frutta/Dio, me sento male/stà pasta asciutta/m’ ha fatto veni’ la cagarella."

Escrito por C. Castelo às 14h21
[] [envie esta mensagem
]



A-hooooooo!

Mais frio!

 

E esse é frio mesmo, pois vem do Alasca!

 

Seguinte: eu sou fã de carteirinha da K.D. Lang, a cantora canadense que faz dueto com Roy Orbinson, cantando Crying, no vídeo do post abaixo. Eu tenho uma gravação em vídeo dessa mesma música, só com ela, no programa Saturday Night Live, que é de arrepiar.

 

Pois bem, uma dos filmes mais bonitos que já assisti é Salmonberries (que aqui foi lançado com o preconceituoso título Um Amor Diferente), do diretor alemão Percy Adlon, o mesmo de Bagdá Café.

 

No filme, K.D. vive o papel de Kotzebue, uma garota de 20 anos, de sangue esquimó e sangue branco. Não conhece seus pais,mas procura-os tão desesperadamente quanto à própria identidade (ela se faz passar por um rapaz). A possibilidade de encontar uma resposta está na cidade que

lhe deu o nome, Kotzebue, ao noroeste do Alasca, no Círculo Polar Ártico. Ali também vive Roowitha, uma alemã que fugiu de Berlin Oriental, trabalha como bibliotecária e tem em sua casa uma parede repleta de vidros de geléia.

 

Ao revelar-se como mulher para Roowitha, Kotzebue conquista um pouco mais do que a amizade da alemã.

 

Ao viajarem juntas para a Alemanha, a indecisa identidade da personagem se confunde com a perplexidade de sua amiga ao ver um país que ela deixou dividido por um muro, de repente “juntado” ao lado ocidental, mas ainda separado por muros invisíveis.

 

Tudo é muito belo, tudo é muito delicado, desde a exuberante paisagem de neve, até a fantástica voz de K.D., como se pode constatar no clip abaixo.

 

Tem um maluco que postou o filme na íntegra no Youtube, dividido num monte de partes, mas eu acho mais prudente alugá-lo numa locadora.

 

k.d.lang - Barefoot ( Rhythmic Version )



Escrito por Laert Sarrumor às 19h59
[] [envie esta mensagem
]



E por falar em frio...

Um FRIO de saudade no coração é o que me dá quando ouço esta MÚSICA

Escrito por Lizoel às 11h45
[] [envie esta mensagem
]



Toc-toc! Quem bate?

É o frio!

 

Veja aqui - Comercial Casas Pernambucanas - 1962



Escrito por Laert Sarrumor às 20h20
[] [envie esta mensagem
]



Ei-los!

Sorry, eu não resisti! (veja comentários do post abaixo)

The Great Gig In The Sky, de Richard Wright

 Pink Floyd - The Great Gig in the Sky

 

Richard Wright

Vocal: Clare Torry

Clare Torry

(Corrigindo o que disse no comentário,  "The Great Gig..." não é a última do disco, e sim do "lado A". A que fecha o disco é "Brain Damage - Eclipse")



Escrito por Laert Sarrumor às 19h19
[] [envie esta mensagem
]



bye bye my generation...

 

richard wright (28 jul.'43 - 15 set.'08).

pink floyd - the dark side of the moon - money

 Pink Floyd - Money

rest in peace mr. rick.

namaste



Escrito por Pituco às 04h09
[] [envie esta mensagem
]



[ Ver arquivos anteriores ]