BLOG DO LÍNGUA
 
 
Página Inicial
Apresentação
Discografia
Trajetória
Disk-Língua
Família Trapo
Vídeos
Rádio Matraca
Agenda
Cont(r)atos
Cadastro


Blog
Fotoblog

Busca no Blog
 

Indique este blog
Dê uma nota

Links
Língua de Trapo
Fotoblog do Língua
Castelorama
Privadas do Mundo
Mini Blog do Big Mug
Nunca se Sábado
Rádio Matraca
Dadá Coelho
Blog do Pituco
Música & Letras
Blog genérico
Miss Grace Black
Blog do Castilho
Folha de Cima
Guca
Peças Raras
Stockadas
Cifras de músicas do Língua de Trapo
Língua de Trapo no Palco MP3
Radioriatoa - pituco
PENSAMENTOS DIVERGENTES - Ruy Fernando Barboza
A Hora do CLICK
Ana de Amsterdam

Arquivos
16/07/2011 a 31/07/2011
01/05/2011 a 15/05/2011
01/03/2011 a 15/03/2011
01/02/2011 a 15/02/2011
16/01/2011 a 31/01/2011
16/12/2010 a 31/12/2010
01/12/2010 a 15/12/2010
16/11/2010 a 30/11/2010
01/11/2010 a 15/11/2010
16/10/2010 a 31/10/2010
01/10/2010 a 15/10/2010
16/09/2010 a 30/09/2010
01/09/2010 a 15/09/2010
16/08/2010 a 31/08/2010
01/08/2010 a 15/08/2010
16/07/2010 a 31/07/2010
16/06/2010 a 30/06/2010
01/06/2010 a 15/06/2010
16/05/2010 a 31/05/2010
01/05/2010 a 15/05/2010
16/04/2010 a 30/04/2010
01/04/2010 a 15/04/2010
16/03/2010 a 31/03/2010
01/03/2010 a 15/03/2010
16/02/2010 a 28/02/2010
01/02/2010 a 15/02/2010
16/01/2010 a 31/01/2010
01/01/2010 a 15/01/2010
16/12/2009 a 31/12/2009
01/12/2009 a 15/12/2009
16/11/2009 a 30/11/2009
01/11/2009 a 15/11/2009
16/10/2009 a 31/10/2009
01/10/2009 a 15/10/2009
16/09/2009 a 30/09/2009
01/09/2009 a 15/09/2009
16/08/2009 a 31/08/2009
01/08/2009 a 15/08/2009
16/07/2009 a 31/07/2009
01/07/2009 a 15/07/2009
16/06/2009 a 30/06/2009
01/06/2009 a 15/06/2009
16/05/2009 a 31/05/2009
01/05/2009 a 15/05/2009
16/04/2009 a 30/04/2009
01/04/2009 a 15/04/2009
16/03/2009 a 31/03/2009
01/03/2009 a 15/03/2009
16/02/2009 a 28/02/2009
01/02/2009 a 15/02/2009
16/01/2009 a 31/01/2009
01/01/2009 a 15/01/2009
16/12/2008 a 31/12/2008
01/12/2008 a 15/12/2008
16/11/2008 a 30/11/2008
01/11/2008 a 15/11/2008
16/10/2008 a 31/10/2008
01/10/2008 a 15/10/2008
16/09/2008 a 30/09/2008
01/09/2008 a 15/09/2008
16/08/2008 a 31/08/2008
01/08/2008 a 15/08/2008
16/07/2008 a 31/07/2008
01/07/2008 a 15/07/2008
16/06/2008 a 30/06/2008
01/06/2008 a 15/06/2008
16/05/2008 a 31/05/2008
01/05/2008 a 15/05/2008
16/04/2008 a 30/04/2008
01/04/2008 a 15/04/2008
16/03/2008 a 31/03/2008
01/03/2008 a 15/03/2008
16/02/2008 a 29/02/2008
01/02/2008 a 15/02/2008
16/01/2008 a 31/01/2008
01/01/2008 a 15/01/2008
16/12/2007 a 31/12/2007
01/12/2007 a 15/12/2007
16/11/2007 a 30/11/2007
01/11/2007 a 15/11/2007
16/10/2007 a 31/10/2007
01/10/2007 a 15/10/2007
16/09/2007 a 30/09/2007
01/09/2007 a 15/09/2007
16/08/2007 a 31/08/2007
01/08/2007 a 15/08/2007
16/07/2007 a 31/07/2007
01/07/2007 a 15/07/2007
16/06/2007 a 30/06/2007
01/06/2007 a 15/06/2007
16/05/2007 a 31/05/2007
01/05/2007 a 15/05/2007
16/04/2007 a 30/04/2007
01/04/2007 a 15/04/2007
16/03/2007 a 31/03/2007
01/03/2007 a 15/03/2007
16/02/2007 a 28/02/2007
01/02/2007 a 15/02/2007
16/01/2007 a 31/01/2007
01/01/2007 a 15/01/2007
16/12/2006 a 31/12/2006
01/12/2006 a 15/12/2006
16/11/2006 a 30/11/2006
01/11/2006 a 15/11/2006
16/10/2006 a 31/10/2006
01/10/2006 a 15/10/2006
16/09/2006 a 30/09/2006
01/09/2006 a 15/09/2006
16/08/2006 a 31/08/2006
01/08/2006 a 15/08/2006
16/07/2006 a 31/07/2006
01/07/2006 a 15/07/2006
16/06/2006 a 30/06/2006
01/06/2006 a 15/06/2006
16/05/2006 a 31/05/2006
01/05/2006 a 15/05/2006
16/04/2006 a 30/04/2006
01/04/2006 a 15/04/2006
16/03/2006 a 31/03/2006
01/03/2006 a 15/03/2006
16/02/2006 a 28/02/2006
01/02/2006 a 15/02/2006
16/01/2006 a 31/01/2006


XML/RSS Feed
O que é isto?

leia este blog
no seu celular




UOL Blog





layout do blog
produzido por REC
 

Pois é, e daí?

 

O Castelo teve uma ejaculação precoce no post abaixo, mas este aqui é mais completinho, com direito a oral total até o fim e anal giratório, seja lá isso o que for.

 

No rescaldo do ConcerTerça, um projeto deveras caliente, que incendiou corações...

Do mesmo show, realizado em 24/04/07, no Teatro Folha, São Paulo, assista ao histórico encontro do Língua de Trapo com os Demônios da Garoa, cantando o “hino” Concheta, de Carlos Melo (o Castelo) e Cassiano Roda.

Ouça aqui e aqui os melhores momentos do projeto, em dois programas especiais da RÁDIO MATRACA.

Veja fotos aqui e no Fotoblog.



Escrito por Laert Sarrumor às 17h15
[] [envie esta mensagem
]



E daí?

No ConCerterça, com o Língua de Trapo, composição de Carlos Castelo e Guca Domenico.

VEJA AQUI A BOIOLICE


Escrito por Castelo às 13h19
[] [envie esta mensagem
]



Para não dizer que não falei que não tinha assunto...

Muito tédio? Clique aqui



Escrito por Lizoel às 08h44
[] [envie esta mensagem
]



Fofocando no blog

tô querendo contar uma estória daquelas,que fiquei sabendo,hoje...putz!

será que devo? tornar público, o fato que me foi confiado?

sacanagem,nè?! escancarar assim!

mas,se me contaram,por quê é que me pedem pra não espalhar,né?!

o que é que vocês acham?

namaste

 



Escrito por Pituco às 10h27
[] [envie esta mensagem
]



Quentinhas da Política

1) O ministro da Agricultura, Florestas e Pesca japonês, Toshikatsu Matsuoka, morreu hoje após se enforcar em um edifício residencial para parlamentares em Tóquio.

Segundo fontes policiais, o ministro japonês, imerso em um escândalo por suposta má administração de fundos públicos, foi encontrado enforcado e encaminhado a um centro hospitalar, onde foi internado desacordado e com parada cardíaca.

- Se acontecesse o mesmo em Brasília, a Esplanada dos Ministérios estaria deserta, cheia de Tiradentes...

2) O debate político é sempre igual em todo canto do mundo. Ou melhor, em todo canto não. Tem lugar que os caras entendem que debater é o mesmo que bater - como na Turquia. Na foto abaixo do sempre desatento Dagomir Alvoso, dois adversários políticos estão deixando claras as suas posições ideológicas.

 



Escrito por Patérvio Gulabo às 09h26
[] [envie esta mensagem
]



Na Intimidade do Homem

Meus mestres são Zuleido Veras, Marcos Valério, Delúbio Soares, Renan Calheiros, José Sarney e, óbvio, Zé Dirceu.

Este é, sem dúvida, meu kama-sutra, minha tabela price, meu poema de pinico.

 

 

Finge que não vês! Ninguém viu

Tua quadrilha mais admirável

Apenas a Operação Navalha

Foi tua perseguidora implacável

 

Acostuma-te à lama que te espera

No fim do mandato, seu miserável

Você que adora uma viagem

Tem necessidade de também ser fera

 

Toma uma chave. Abre teu cadeado!
A prisão, amigo, é teu lugar reservado,
a mão que solta é a mesma que prende

Se a alguém causa inda inveja teu palácio,
Libera essa boca, viu? Faz um felácio,
Você que se vendeu, você que não aprende



Escrito por Patérvio Gulabo às 09h18
[] [envie esta mensagem
]



Versos Íntimos

Meus mestres são Carlos Zéfiro, Nelson Rodrigues, Edgar Allan Poe e, óbvio, Augusto dos Anjos.

 

Este é, sem dúvida, meu mantra, minha bíblia, meu poema de cabeceira:

 

Vês! Ninguém assistiu ao formidável
Enterro de tua última quimera.
Somente a Ingratidão - esta pantera -
Foi tua companheira inseparável!

Acostuma-te à lama que te espera!
O Homem, que, nesta terra miserável,
Mora, entre feras, sente inevitável
Necessidade de também ser fera.

Toma um fósforo. Acende teu cigarro!
O beijo, amigo, é a véspera do escarro,
A mão que afaga é a mesma que apedreja.

Se a alguém causa inda pena a tua chaga,
Apedreja essa mão vil que te afaga,
Escarra nessa boca que te beija!



Escrito por A. Pest Theplague às 00h07
[] [envie esta mensagem
]



No éter

Coroando os festejos da semana de aniversário

do Bardo Domenico, ouça aqui  a participação do próprio na Rádio Matraca de sábado passado, 19 de maio (no primeiro e no segundo blocos).

 

Ele declamou poema, cantou cançonetas infanto-juvenis e paródias, inclusive a da música “Singin’ In The Rain” (Ratzinger se Deu Bem), cuja letra postamos há alguns dias.

 

 

E não perda, no programa de hoje, a presença do divertido e polêmico Paulão das bandas Velhas Virgens e Cuelho de Alice.



Escrito por Laert Sarrumor às 11h37
[] [envie esta mensagem
]



Carta ao editor

Senhor editor:

Agradeço pela pronta resposta sobre os originais de meu livro “O Orgulho da Ignorância”.

Os seus comentários são, na maioria, bastante pertinentes.

E, considerando que o mercado editorial, costuma atender tão secamente aos autores, me considero um privilegiado por ter tido tamanha atenção de sua parte.

Devo-lhe dizer, contudo, que me preocuparam sobremaneira certas colocações feitas em seu e-mail.

Uma delas diz respeito à sua sugestão de cortarmos nove capítulos de minha obra, transformando-a num livro composto de apenas três partes.

Concordo que tal modificação deixaria a leitura mais dinâmica e fluída. Porém, “O Orgulho da Ignorância” não seria mais um romance de 12 capítulos, passaria a ser apenas um reles conto. E livro de contos, o senhor já me adiantou que não publica.

Se eu atender à sua sugestão de corte, estaríamos retirando partes vitais para a compreensão do todo.

Por exemplo, um dos capítulos a serem extirpados é justamente o último. Nele, é onde explico em detalhes o crime praticado pelo travesti Arnalda e o porquê da cena em que Romero (capítulo III) se relaciona com seu hamster de maneira perversa.

A convivência cruel de Romero com o roedor é uma metáfora importante no conjunto de minha obra.

Crio ali uma alusão velada à “A Metamorfose” de Kafka. O hamster faz o papel da barata no relato do escritor tcheco. Através de flash-backs e do fluxo da consciência, mostro Romero tentando se transformar em hamster (capítulo VII) e falhando na tentativa. Isso remeteria à falha humana. Ou mais especificamente à “Queda” - expulsão de Adão e Eva do Jardim do Éden.

Sem essa necessária conclusão, os acontecimentos que vinham antes (como a crise de aerofagia de Faustino no restaurante por quilo do primo) ficam absolutamente sem sentido.

Um pouco mais adiante em seu e-mail, o senhor me aconselha a aproveitar os nove capítulos restantes e adaptá-los ao teatro infantil.

Anotei a sugestão.

Mas receio que o “affair” do travesti Arnalda e o anão caolho Gluck - juntamente com o triângulo amoroso deles e o misterioso mendigo leproso - não seria apropriado ao universo da primeira idade.

Tentei imaginar uma adaptação, mas não consigo visualizar a cena dos três nus num H.O. do Largo Santa Efigênia sendo exibida em brinquedotecas ou no Parque da Mônica.

De todo modo, prosseguirei buscando adaptar “O Orgulho da Ignorância” conforme suas determinações.

No fundo, só me preocupo mesmo em como bolar aquela cena final. A sua idéia do fantasma de James Joyce intervindo na trama, bem no fim, me pareceu muito Hamlet demais. Além de extremamente “Deus ex machina”.

E por que Joyce e não Groucho Marx? Ou o Flipper? Pelo menos os diálogos seriam mais engraçados.

Pense nisso. Sou um autor estreante, necessito de opiniões abalizadas.

Contudo, se discordar dos meus pontos-de-vista aceito fazer o trabalho do mesmo jeito. Sempre pode-se vender livros encalhados para o Ministério da Educação e fazer bom dinheiro.


Escrito por Castelo às 17h19
[] [envie esta mensagem
]



Fim do Mistério

Descoberta enfim a identidade secreta de Paulo Paulada: Ele é irmão gemeo de A. Pest Theplague. Vejam no Flagrante de Joca Tuiuiu, fotógrafo Free-lancer do jornal Nioaque Times, a dupla se refastelando em uma festa particular em um Apartamento em Campinas. O Paulada é o da esquerda.



Escrito por Lizoel às 08h19
[] [envie esta mensagem
]



Batom na Cueca

Composição: Carlos Castelo e Luís Couto
Voz e Violão: Luís Couto

BATOM NA CUECA

Você despirocou
estourou o fusível
espanou uma porca
mas será o impossível!

Pô, você variou
desatinou geral
queimou a fiação
destarrachou legal

Viajou na maiô
fez papel de pinel
rasgou nota de cem
xingou Papai Noel

Parece que surtou
pomba-gira desceu
garrô falá um monte
irmão desconheceu

Quando o santo baixou
quase qu’eu chamo os “homi”
foi de repentemente
bem na hora dos “come”

O faqueiro avoou
o barraco ruiu
e eu sendo mandado
pra ponte que partiu

O respeito dançou
me sentou a munheca
mas não tinha acordo
foi batom na cueca

Depois que alucinou
ficou vendo visagem
toca dizê besteira
toca falá bobagem

Não tem jeito, aloprou
é daqui pro asilo
deu pra ver na parede
morcego, crocodilo

Meu Deus, que suador
me diz onde é que acocha
olha esse santo ruim
olha o Franco da Rocha

Ouça
Aqui


Escrito por Castelo às 13h57
[] [envie esta mensagem
]



Planeta & Busseta

O Bussunda voltou mulher???



Escrito por A. Pest Theplague às 12h44
[] [envie esta mensagem
]



Niver do Guca

Feliz aniversário Mastrodomenico!!!!!

Saudações Animais meu Camarada!!



Escrito por Lizoel às 08h24
[] [envie esta mensagem
]



23 DE MAIO

Uma das mais importantes vias expressas do Brasil, localiza-se em São Paulo, tendo inicío na Praça das Bandeiras e terminando no Parque do Ibirapuera.

Recebeu este nome porque em 1932 nessa data foram mortos cinco estudantes paulistas (Miragaia, Martins, Dráusio, Camargo e Alvarenga). Surge então a sigla "MMDCA" utilizada como bandeira pelos paulistas.

 

Outros fatos significativos acontecidos nesse dia: 

Guca Domenico, flagrado em momento de uma profunda

Virada Cultural com o autor deste post, em 06/05/07.

Foto de Cesar Fedato.



Escrito por Laert Sarrumor às 07h45
[] [envie esta mensagem
]



Eu só posso afirmar uma coisa

A prática ilegal da medicina dá cadeia.

A prática de dar na cadeia é legal.

Me dê sinal.



Escrito por Doutor Shibata às 17h32
[] [envie esta mensagem
]



Correção

Patérvio Gulabo como sempre cometendo suas barrigas jornalísticas... Notem que o nome da referida construtora devassada pela PF é "Gautama" que vem de Sidharta Gautama, o Buda. Todo mundo que frequenta o BDL está careca de saber que quem curte essa história de "Zen", "Banchá", "Vegetarianismo", "Transfiguração da fome pra chegar ao Nirvana" e outros tipos de meditação é o nosso Bardo de Rio Pardo, Guca Domenico. A prova cabal de que Domenico foi agraciado com a propina da Gautama está na imagem abaixo, uma etiqueta de sua empresa fantasma numa ilha do Caribe, que explora as propriedades de uma certa planta consumida avidamente pela população de bichos-grilos brasileira.



Escrito por Lizoel às 14h44
[] [envie esta mensagem
]



ODE AO ÓDIO

VADE RETRUM, DESPREZÍVEIS POETAS

CAUSAM-ME NOJO, ASCO, OJERIZA

TUAS CEREBRAIS DIARRÉIAS

DEVOLVO, ESPORRANDO-LHES NOS OLHOS

O LÍQUIDO PASTOSO

QUE CHAMAM DE POEMAS

ESSA MULETA ABJETA

NA QUAL SE APOIAM OS FRACOS

MANCOS DE IDÉIAS



Escrito por A. Pest Theplague às 07h50
[] [envie esta mensagem
]



Lizoel tá Encrencado

Quadrilha também agia na Fazenda, diz PF

Esta manchete do UOL não deixa dúvidas de que nosso colaborador, o fazendeiro Lizoel Costa, está envolvido em negócios escusos com a construtora Gautama no mais recente escândalo da política brasileira, conforme informou o Prato Feito, vulgo PF.

A Operação Navalha cortou na carne a propina que o empresário Zuleido, marido da Lady Zu e primo do Zuraio, dava para Lizoel manter suas milhares de cabeça de gado, conseguidas sem emitir uma nota sequer de sua guitarra empenhada. As únicas notas que o ex-Rei da Noite emitia ultimante, eram notas frias, dós menores - nenhuma sétima aumentada.

É com pesar que repercutimos o fato, na tentativa justa de não vermos nosso nome jogado na lama por erros de nossos colaboradores.



Escrito por Patérvio Gulabo às 07h34
[] [envie esta mensagem
]



Pílulas do Dr. Castelo

Afora aforismos, na internet só se acham achismos.

Escrito por Castelo às 15h46
[] [envie esta mensagem
]



Deu no New York Times

Menina dos EUA encontra maconha em McLanche Feliz
 

Uma menina de 8 anos conseguiu mais do que um hambúrger e batatas fritas quando comprou um McLanche Feliz em uma das lojas da rede McDonald's, no Estado americano do Illinois. A caixinha com o lanche trazia, além dos quitutes, um saquinho de maconha, um cachimbo e um isqueiro, informa a emissora Fox News.

 

Lanches McDonalds! O barato da garotada!!!

 



Escrito por Lizoel às 22h39
[] [envie esta mensagem
]



Se Jobim usasse windows

É pau
É vírus
É o fim do programa
É um erro fatal
O começo do drama
É o turbo Pascal
Diz que falta um login
Não me mostra onde é
E já trava no fim
É dois, é três, é um 486
É comando ilegal
Essa merda bloqueia
É um erro e trava
É um disco mordido
HD estragado
Ai meu Deus tô f***
São as barras de espaço
Exibindo um borrão
É a promessa de vídeo
Escondendo um trojan
É o computador
Me fazendo de otário
Não compila o programa
Salva só o comentário.
É ping, é pong
O meu micro me chuta
O scan não retira
O vírus filho da p****
Windows não entra
E nem volta pro DOS
Não funciona o reset
Me detona a voz
É abort, é retray
Disco mal formatado
PCTools não resolve
Norton trava o teclado
É impressora sem tinta
Engolindo o papel
Meu trabalho de dias
Foi cuspido pro céu

*versão por Alcides Telles,colega orkutiano da comuna Tom Jobim.

namaste



Escrito por Pituco às 12h34
[] [envie esta mensagem
]



Usucapião

USUCAPIÃO

Eu sei que as garras do teu ciúme
Já estão fincadas por todo lado
E nem meu choro, nem os meus queixumes
Vão aplacar de vez esse estado

Mas será que hoje eu posso respirar?
Posso sucumbir?
Posso me ausentar?

Sou um pedaço de terra arado
no latifúndio da ilusão
E junto com foice, alfanje e gado
Eu sou de teu usucapião

Mas será que hoje eu posso gargalhar?
Posso me iludir?
Posso desandar?

Não chego a ser coisa no abandono
Só um objeto meio inocente
Que usas como único dono
Espécie assim de escova de dentes

Mas será que hoje eu posso descambar?
Posso desistir?
Posso me alterar?

Sou um pedaço de terra arado
no latifúndio da ilusão
E junto com foice, alfanje e gado
Eu sou de teu usucapião

Mas será que hoje eu posso gargalhar?
Posso me iludir?
Posso desandar?
Será que eu posso me olhar?



Composição: Carlos Castelo e Luís Couto
Violão: Luís Couto
Voz: Carlos Castelo

Ouça Aqui

Escrito por Castelo às 13h15
[] [envie esta mensagem
]



Live Língua

Alguém duvida?

apesar de ter crescido numa rua asfaltada com luz elétrica,110 voltz!

e conhecer galinha apenas no forno ou desfiada na coxinha,segue minha versão "trash bossa sertaneja".

ROMARIA (Renato Teixeira)

voz e violão: Pituco

*clique no título e identifique-se.

namaste



Escrito por Pituco às 12h51
[] [envie esta mensagem
]



[ Ver arquivos anteriores ]